fbpx

DETALHES QUE FAZEM A DIFERENÇA: CONHEÇA AS CARACTERÍSTICAS DAS JUNTAS HOMOCINÉTICAS E JUNTAS DESLIZANTES DA VOLDA

WhatsApp Image 2022-01-24 at 16.41.48
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O aperfeiçoamento de um produto ou serviço é essencial para qualquer empresa que pretende manter-se competitiva no mercado. Para alcançar esse objetivo, a Volda tem investido no controle de qualidade dos seus produtos ao mesmo tempo que busca entender o que seus clientes precisam.

 O trabalho da marca nessas duas frentes resultou no desenvolvimento de itens com qualidade e cuidadosamente projetados para aprimorar a experiência de uso do consumidor, como é o caso das juntas homocinéticas e das juntas deslizantes da Volda.

Cuidados na fabricação e testes

Durante a fabricação, esses dois componentes passam por um processo de endurecimento chamado de indução eletromagnética, no qual a peça é atingida por uma corrente elétrica concentrada no eixo principal, sendo aquecida e depois resfriada. Isso aumenta a resistência dos itens para que possam suportar os desgastes naturais decorrentes do uso.

 Além desse procedimento diferenciado na fabricação, os dois tipos de juntas também são submetidos a testes de rodagem realizados fora do laboratório, sob condições reais de utilização. Dessa forma, é possível atestar com mais eficácia a qualidade e segurança dos componentes.

 

Preocupação que vai além das peças.

 O estudo da equipe de projetos da Volda para entender as principais necessidades dos clientes não se restringiu somente às peças. Um exemplo disso é o kit de instalação que acompanha as juntas, composto por itens projetados para facilitar o trabalho do aplicador no momento da instalação dos componentes.

 Entre os objetos que fazem parte desse kit estão a coifa (constituída por uma alta concentração de látex e componentes semissintéticos, o que aumenta a sua resistência), a catraca ABS (feita em liga especial de alumínio e desenvolvida de acordo com as especificações de cada modelo de aplicação), abraçadeiras, anéis, junta de vedação e travas.

 Maurino Chusczak, gerente da Qualidade e Desenvolvimento de Produtos Volda, explica como as necessidades do cliente direcionam todo o trabalho do setor:

 “Fazemos a gestão da demanda através da identificação, priorização, execução e monitoramento do mercado. Todas as iniciativas são voltadas para entender e atender as necessidades do cliente. Para isso, todo o time Volda trabalha diariamente para aumentar o portfólio, sempre priorizando a qualidade do produto”, destaca.

Aprimoramento da experiência de uso dos produtos 

A equipe de projetos da Volda também adotou algumas medidas pontuais que conferem otimizações significativas no manuseio tanto da junta homocinética quanto da junta deslizante. Um exemplo é a inclusão de uma bisnaga de graxa à embalagem, o que facilita a aplicação e evita o contato do mecânico com o material.

 Outra ação para melhorar a experiência do usuário foi implementada na elaboração da própria embalagem dos produtos, que é feita de papelão e revestida com uma camada de plástico, evitando que a caixa da embalagem abra acidentalmente, protegendo as peças contra quedas.

 Ronney Teixeira Cardoso, CEO da Tagia – importadora dos produtos Volda (peças para suspensão e transmissão) e Takao (peças para motor) – ressalta o quão importante é entender o cliente para a busca de melhoria contínua dos produtos da marca:

 “A qualidade é um dos valores da Volda. Todas as pessoas precisam entender que o mais importante é o foco do cliente e não somente o foco no cliente. O foco do cliente é o que ele espera, como uma etiqueta bem produzida para que não perca tempo na hora de fazer uma leitura de um código de barras, a importância não só da peça, mas também da embalagem, do nível de serviço, o cumprimento dos prazos, o atendimento… é sobre esse carinho e atenção legítima para fazer tudo com excelência”, concluiu.

INFORMAÇÕES

Facebook

VÍDEO

NEWSLETTER

© Copyright 2019 │ Volda – Confiança em Suspensão │ Todos os direitos reservados.